Meu Museu
 


  Esta seção mostra uma das minha mais loucas idéias. A de montar um museu particular com computadores que marcaram época. Um dia mostrarei aos meu filhos quando eles tiverem jogando seu simulador de realidade virtual, que eu passava tardes inteiras na frente da TV vendo figuras irreconhecíveis se movendo na tela da TV e achava isso o máximo. Aqui esta a parte de MSX, se quiser ver minha coleção completa acesse minha página pessoal.

 

Lady 80 - Elgin - 1987

         Esta foi a mais famosa impressora para MSX, e assim como a maioria das impressoras matriciais da decada de 80, tinha um nome feminino (Emilia, Monica, etc...) No inicio dos anos 90 foi lancada uma sucessora, a Lady 90, de cor cinza escuro com detalhes em preto e um pouco mais rápida.

 

MSX HOTBIT 1.1 - Sharp - 1985

        O MSX faz parte da família de computadores baseados no velho e eficiente processador de 8 bits da Zilog, o Z-80. O MSX surgiu no Brasil em 1985 produzido pela Sharp.
       Clique aqui para ver as propagandas do MSX nas revistas da época. MSX quer dizer MicroSoft eXtended, foi criado em parceria entre a Microsoft (Bill Gates), e a ASCII japonesa (Kay Nishi). E clique aqui para conhecer minha página dedicada exclusivamente a essa maravilhosa maquininha e seus emuladores.

 

MSX HOTBIT 1.2 - Sharp - 1987

        O MSX faz parte da família de computadores baseados no velho e eficiente processador de 8 bits da Zilog, o Z-80. O MSX surgiu no Brasil em 1985 produzido pela Sharp.
       Clique aqui para ver as propagandas do MSX nas revistas da época. MSX quer dizer MicroSoft eXtended, foi criado em parceria entre a Microsoft (Bill Gates), e a ASCII japonesa (Kay Nishi). E clique aqui para conhecer minha página dedicada exclusivamente a essa maravilhosa maquininha e seus emuladores.

 

MSX Expert 1.1 - Gradiente - 1985

        O MSX faz parte da família de computadores baseados no velho e eficiente processador de 8 bits da Zilog, o Z-80. O MSX Expert surgiu no em 1985 um pouco depois do lançamento do Hotbit produzido pela Sharp.  Ele chegou e em pouco tempo fulminou seus concorrente diretos de 8 bits ( os clones de Apple-II e ZX-SPectrum).  Pouco depois, surgiu o Expert 1.0 da Gradiente. Em 1987 surge o Hotbit 1.2  ( preto). No mesmo ano surgem os primeiros kits de transformação 2.0 no Brasil, e lá fora, é lançado o MSX 2+. E no inicio dos anos 90 é lancado no Japão o MSX Turbo R que era 16 bits e usava o processador R800.
 Clique aqui para ver as propagandas do MSX nas revistas da época. MSX quer dizer MicroSoft eXtended, foi criado em parceria entre a Microsoft (Bill Gates), e a ASCII japonesa (Kay Nishi). E clique aqui para conhecer minha página dedicada exclusivamente a essa maravilhosa maquininha e seus emuladores.

 


                  

 

MSX Modem TM-2 Gradiente -1988

 Este era a segunda (e ultima) geração de Modem para MSX da  Gradiente, com 300/300 bps (BBS) ou 1200/75 bps (Video Texto/Telerj/Telesp) ou Cirandão da Embratel. Com o videotexto fazíamos coisas fantásticas na década de 80 como acessar a bolsa de valores e ver dados bancários do Banerj (era o avô do Home-Banking), Listas telefonicas, Cinemas, etc... 

Na verdade oficialmente o modem funcionava a 300/300 usando como protocolo de transferência o X-Modem e ASCII. E a 1200/75 para videotexto, uma tecnologia originaria da França, que a Embratel desenvolveu bastante. O modem tinha programa de comunicação Interno, era o hardware mais plug and play que existiu :-)
 
  Na verdade existiam algumas BBS que operavam 1200/75 para atender o pessoal do MSX como a SamRio entre outras. . Depois lançaram outros programas como o saudoso ZMP que permitia conexão a 1200/75 e o uso do fantástico protocolo Z-modem.

 

                  

 

MSX Expert Plus - Gradiente - 1990

        No inicio da década de 90 quando todos esperavam finalmente que a Gradiente ia lançar um MSX 2 ou 2+ (até então os existem ou eram importados ou eram transformados com kits da ACVS ou da DDX). A Gradiente mostrando sua total falta de visão relança o MSX1 preto, com o circuito interno modificado (para muitos piorado) e com algumas incompatibilidades com o Expert cinza (nada que uns pokes não resolvesem).

     Foi uma ducha de água fria, é possivelmente o "único" MSX1 lançado na década de 90. :-(

                  

 

MSX Expert DD Plus - Gradiente - 1990

   Este foi lançado junto com o DD Plus mas, pelo menos vinha com um drive de disquete embutido (coisa que por sinal já deveria existir desde o primeiro Expert). De mais os mesmos problemas do Plus e a mesma ducha de água fria.

                  

 

 

MSX Turbo R A1 ST - Panasonic - 1990

        No inicio dos anos 90 é lançado, no Japão, pela Panasonic, o ultimo MSX fabricado comercialmente. O MSX Turbo R foi lançado em duas versões o A1ST (foto abaixo) e o A1GT que eram de 16 bits e usavam os processadores R800 trabalhando a 28,63636 MHz e Z80A 3,579545. As principais diferenças do GT em relação ao ST eram a expansão da RAM para 512K, a inclusão da MSX-MIDI padronizada e a  gravação em ROM do MSXView, um ambiente operacional gráfico que se tornou padrão no Japão.
 PROCESSADOR
Z80A - 8 bits - 3.579545 MHz
R800 - 16 bits - 28.63636 MHz
VIDEO
VDP V9958 - 21.47727 MHz, 12 modos de tela
Texto: 24 linhas x 32/40/80 colunas (modo normal)
12/24 linhas x 32/40/80 colunas (Kanji Driver)
Resolução máxima: 512 x 424 pixels
Cores: 19.268 simultâneas
Saídas: RGB, S-vídeo, Vídeo Composto, RF (Sistema NTSC a PAL-N)

AUDIO
PSG: 3 vozes + 1 ruído branco, modulação AM
FM: 9 vozes, modulação FM, 2 osciladores
PCM: 1 voz, modulação por código de pulsos
- Resolução de 8 bits - 4 freqüências de amostragem: (3,94KHz, 5,25KHz, 7,88KHz a 15,75KHz)
- Microfone embutido no gabinete para digitalização do sons
- Entrada para microfone externo

MIDI
Embutida no gabinete, sistema MSX-SERIAL 232
- taxa de transferência 31,25 Kbauds
- conexões MIDI-IN e MIDI-OUT
Saída: 1 canal monofônico, com MIDI desativada
RAM
Vídeo: 128 Kbytes
S-RAM: 32 Kbytes (mantida a bateria)
Main: 512 Kbytes
Expansão externa até 4 megabytes

ROM
MSX-BASIC ver. 4.0 (80 Kbytes)
MSXDOS versão 1 + DISK BASIC versão 1 (16 Kbytes)
MSXDOS versão 2 + DISK BASIC versão 2.1 (48 Kbytes)
MSX-MUSIC BASIC (FM BASIC) (16 Kbytes)
COLOR WORD PROCESSOR (608 Kbytes)
KANJI ROM (512 Kbytes)
JISI a JIS2 ROM (256 Kbytes)
MSXView (496 Kbytes)
Total: 2032 Kbytes

OUTROS
Ren-sha turbo
2 slots de 50 contatos para expansão, 2 conectores AMP do 9 pinos para mouse, joystick, etc.
Saída para impressora, padrão Centronics (AMP 14 pinos)
Relógio/calendário interno mantido a bateria